top of page

Consumo de carne suína em ascensão: Brasil pode ter recorde em 2024

Atualizado: 19 de mar.

O consumo de carne no Brasil está prestes a atingir níveis recordes em 2024, de acordo com projeções da Cogo, uma consultoria de inteligência em agronegócio. A estimativa aponta que cada pessoa consumirá, em média, cerca de 103 kg de carne ao longo desse ano, com a carne suína experimentando o maior aumento.



Crescimento expressivo da carne suína:

Embora a carne suína ocupe o terceiro lugar entre as preferências, a projeção para 2024 indica um crescimento notável. O consumo esperado é de 21 kg por habitante, marcando um aumento de 4% em comparação com 2023. Anteriormente menos preferida, a carne suína tornou-se uma opção viável para os consumidores, impulsionada principalmente por preços mais baixos e esforços de marketing ao longo da cadeia de produção.


Fatores impulsionando a mudança:

Thiago Bernardino de Carvalho, pesquisador de pecuária no Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) da Universidade de São Paulo, destaca os preços mais acessíveis como a razão principal para essa mudança de preferência. Além disso, iniciativas de marketing ao longo da cadeia de produção tornaram a carne suína mais atraente aos olhos dos consumidores.


Impacto da renda na escolha das carnes:

Desde 2008, o frango tem sido a carne mais consumida no país, com uma expectativa de consumo per capita de 49,5 kg por habitante em 2024. O aumento da renda contribui para um maior poder de compra, refletindo-se no aumento das compras de carne, tanto suína quanto de outras variedades.


Desafios e incertezas:

No cenário internacional, o conflito entre Israel e o Hamas levanta preocupações sobre os preços dos alimentos, especialmente devido à sua influência nos preços do petróleo. Embora o desfecho da guerra seja incerto, Thiago observa que um aumento nos preços do petróleo pode afetar toda a cadeia de produção, elevando os custos de fertilizantes e ração animal. A incerteza quanto à demanda no Oriente Médio também paira sobre o mercado de carne de frango e bovina, com questionamentos sobre a continuidade das compras e o poder de compra durante o conflito.


Em meio a esses desafios e incertezas, o Brasil se prepara para um ano de potencial recorde no consumo de carne, com a carne suína liderando o crescimento e ganhando espaço nas preferências dos consumidores.


Kommentare


bottom of page